25 janeiro 2016

Resenha: A Seleção - Kiera Cass

Tirada do Tumblr

Depois de tanto tempo trouxe mais uma resenha aqui para o blog. Já tem um tempinho que li os  livros dessa Trilogia e só tenho a dizer que devorei os livros. E hoje, trago a resenha do primeiro livro, A Seleção.

Sinopse - Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.



A história se passa no reino de Illéa, que se localiza no território dos Estados Unidos, mas, é no futuro. Onde a sociedade é divida em castas de Um a Oito, quanto maior o número mais pobre é. Cada casta oferece a sociedade um tipo de serviço. A história é narrada em primeira pessoa por América Singer, que tem 16 anos e pertence a casta 5, a casta dos artistas. Desde que seus dois irmãos mais velhos saíram de sua casa ela assumiu a responsabilidade de ajudar os pais a conseguir dinheiro para manter a família. América tem um grande segredo, ela namora com Aspen, um garoto da casta 6. E com medo que seus pais não o aceitem por ser 'mais pobre' eles mantém o relacionamento em segredo.

O romance é um pouco complicado e América acredita que juntos vão superar qualquer coisa, mas, logo no inicio Aspen mostra seu lado orgulhoso ao perceber que não pode dar uma vida boa para a amada e a convence a se inscrever na Seleção. 

Quando o príncipe Maxon atinge a maioridade é feita uma Seleção para que ele possa escolher sua esposa e todas as  meninas de idade apropriada podem se inscrever. Então, 35 meninas são selecionadas para passar um tempo no palácio, enquanto o príncipe escolhe quem será sua princesa. Ahh, e tudo vai ser televisionado.

Pela necessidade do dinheiro e pelo pedido de Aspen, América se inscreve mas sem qualquer esperanças de ser selecionada. Mas, adivinha o que acontece? Isso mesmo, ela é umas das garotas selecionadas.

Com o coração partido por causa do termino de seu namoro, América aproveita que vai ficar longe para se reconstruir. Sem contar no dinheiro que será mandado aos pais e claro, pela comida.
Acaba que América é a primeira a ver o príncipe, e ele a encontra logo em uma 'crise'. E o que não a gente não esperava aconteceu. O príncipe se apaixona por ela, mas ela só quer a amizade dele. E então surge uma série de tentativas do príncipe que nos coloca realmente dentro da história.
É um livro ótimo de se ler, sem contar que ele ainda mostra um pouco da política do país.
Acho que já dei muito spoiler, por hoje é só.

AAAAAAAH, o livro vai virar filme. Então quem ainda não leu, corre que dá tempo.


Mais um spoiler. Rá!


15 janeiro 2016

+QP | Era só um trabalho, até eu me apaixonar


Era só um trabalho. Três anos a assistindo por aquela maquina. E talvez uma parte de mim tenha se apaixonado por ela, porque eu queria que ela soubesse quem eu era. Até que ela soube.

Desde que comecei a trabalhar, a sala que mais gosto de olhar é a dela. No meu primeiro dia, enquanto olhava as câmeras vi uma moça dançando. Ela estava tão alegre, parecia comemorar algo. Diferente dos outros ela tinha alegria no olhar, ela gostava do que fazia ali. Muitas vezes pude vê-la sorrindo quando a secretária levou uma revista pra ela, ou até mesmo quando olhava algo na tela de seu computador. Eu sabia aqueles sorrisos eram por ver seu conteúdo publicado. Eu lia todos, por sinal.

Antes mesmo de ir trabalhar ali vi um texto dela, algo na escrita daquela moça me chamou atenção. Sempre tão verdadeira em seus textos e matérias que comecei a acessar seu blog de vez em quando. E vê-la todos os dias ali, através daquela pequena TV, mesmo sem poder ouvir, suas ações mostravam que ela é a mesma de como falou em uma publicação um dia.

Um dia, quando cheguei para mais um turno me avisaram para ir até a sala principal. Tinha outros companheiros lá, todos sem saber o que estava por vir, até que escutamos uma voz pedindo desculpas pela demora. Era ela. Tinha a ideia de fazer uma matéria sobre nós, que quase não somos vistos mas que temos um papel fundamental ali. Ela entrevistou um por um. Na minha vez, confesso que foi um pouco difícil manter a concentração vendo-a tão perto, podendo até ouvi sua voz.
Dias depois, sua matéria estava por toda parte. Porém, outra coisa me chamou mais atenção. Era um texto. “Sua pele branca, seu cabelo com um tom meio loiro apenas na frente, seu riso fácil ,seus olhos verdes tão intensos me deixaram atordoada. Como eu nunca tinha o visto antes? Tão perto e tão longe.” Por um segundo, pensei em cogitar a ideia de ser eu, mas não. Impossível.

Por mera coincidência, nos esbarramos algumas vezes na área do café. Pude jurar que ela me pegou a observando algumas vezes. Até que um dia ela se aproximou e comentou sobre o cabelo da mulher que estava ali perto lendo um livro. Desde então começamos a conversar sobre coisas bobas que aconteciam ali. E ela soube que eu era o responsável por cuidar da segurança de sua sala. De volta a pequena TV, as vezes eu via que ela sorria para aquela câmera, ela sabia que eu estava ali. Ai meu Deus. “S.O.S, cafeteria da esquina ás 19h.” Me surpreendi quando ela levantou um papel com esse pedido de socorro.

Nesse dia, justo nesse dia, saí um pouco mais tarde e não tive como passar em casa antes. Lá estava eu, fardado e exausto. E lá estava ela, abrindo um sorriso enorme ao me ver. Eu não sei bem como tudo aconteceu,  depois deste dia saímos outras vezes, nos conhecemos melhor. Ela até me flagrou lendo seu blog um dia e achou uma graça.


Hoje, estou aqui na sacada do prédio. E ela? Bem, ela está lá dentro preparando mais um de seus textos. Que para ser sincero, espero que seja sobre mim.

Esse texto faz parte do elemento surpresa de janeiro do projeto Mais que palavras.

05 janeiro 2016

101 coisas em 1001 dias


O projeto já existe há um tempo e eu só estava esperando a hora certa para começar. Como estou afastada do blog, resolvi que agora vai ser diferente, e para começar o ano decidir que já era hora de colocar o projeto em ação.
Ele consiste em uma lista de 101 coisas para serem cumpridas em 1001 dias. Essa lista ajuda a focar quem tem metas a cumprir desde comprar um chiclete até ir a Paris!
Ahh, a medida que eu for realizando as metas, vou transformando elas em post pro blog!

Início: Quarta-feira, 5 de janeiro de 2016
Final: Terça-feira, 2 de outubro de 2018

    1.       Ser mais organizada   
    2.       Voltar pro curso de inglês
    3.       Fazer um curso de web designer   
    4.       Fazer algum curso na área de beleza
    5.       Fazer um curso de fotografia
    6.       Fazer uma boa pontuação no ENEM
    7.       Fazer uma redação toda semana até o ENEM
    8.       Estudar todos os dias
    9.       Entender matemática
   10.   Passar nas matérias com nota acima de 6 – [será?]
   11.   Terminar o ensino médio
   12.   Decidir de verdade o que quero fazer no futuro
   13.   Passar no vestibular
   14.   Entrar na universidade
   15.   Estudar sobre publicidade e redes sociais
   16.   Fazer aula de dança
   17.   Começar academia
   18.   Aprender a dirigir e tirar a carteira
   19.   Andar de skate e patins sem cair
   20.   Fazer minha primeira tatuagem
   21.   Ter pelo menos 30 livros lidos na prateleira
   22.   Dar uma festa
   23.   Ir ao nutricionista
   24.   Cozinhar para a família
   25.   Cozinhar para alguém especial
   26.   Aprender a fazer um prato chique
   27.   Comer saladas
   28.   Comer frutas
   29.   Comer verduras
   30.   Ser voluntária em um hospital
   31.   Realizar o sonho de alguém
   32.   Mudar a vida de alguém
   33.   Seguir os conselhos que dou
   34.   Ser independente
   35.   Ser mais prestativa
   36.   Ser mais paciente
   37.   Pensar antes de falar
   38.   Julgar menos
   39.   Rever parentes
   40.   Paz
   41.   Mandar uma carta para alguém
   42.   Aprender realmente a tocar violão
   43.   Escrever em um diário/agenda todos os dias
   44.   Fazer um luau na praia
   45.   Fazer um piquenique
   46.   Dar um beijo em uma roda-gigante
   47.   Assistir o Sol se pôr com alguém especial
   48.   Fazer planos a dois
   49.   Jantar a luz de velas
   50.   Comprar um notebook
   51.   Comprar uma câmera
   52.   Comprar uma Instax Mini
   53.   Não ser tão tímida
   54.   Não ter vergonha de mostrar meu blog
   55.   Postar looks do dia
   56.   Ter uma frequência de posts
   57.   Ter 500 leitores seguindo o blog
   58.   Mudar o layout do blog
   59.   Dividir o blog em categorias
   60.   Trazer pelo menos 2 DIY
   61.   Ter 100 mil visitas no blog
   62.   Postar mais vídeos no canal
   63.   Ter 500 inscritos no canal
   64.   Conseguir alguma parceria para o blog
   65.   Fazer uma sessão de fotos
   66.   Ter uma amiga blogueira
   67.   Conhecer a Bruna Vieira
   68.   Conhecer gente nova
   69.   Viajar mais
   70.   Conhecer uma nova cidade
   71.   Conhecer outro país
   72.   Ver neve pela primeira vez
   73.   Conhecer meus cantores preferidos
   74.   Conhecer bandas novas
   75.   Ir ao show das minhas bandas favoritas
   76.   Pular de asa delta
   77.   Dizer mais “sim”
   78.   Ter um vida saudável
   79.   Mudar de cidade
   80.   Morar sozinha (talvez)
   81.   Ter um animal de estimação
   82.   Organizar minhas makes
   83.   Montar um home office
   84.   Mudar meu quarto
   85.   Aproveitar o tempo livre
   86.   Ser cupido de alguém
   87.   Assistir pelo menos 5 séries completas
   88.   Juntar dinheiro
   89.   Fazer um mergulho no mar
   90.   Ir ao show do JB
   91.   Ganhar algum concurso
   92.   Escrever mais textos e postá-los
   93.   Sair com amigos
   94.   Tirar o aparelho
   95.   Usar o óculos
   96.   Voltar a ser loira
   97.   Me arrepender menos
   98.   Perdoar mais
   99.   Aproveitar os momentos
   100. Não me culpar tanto
   101. Cumprir pelo menos 50% das metas em 1001 dias